Tag Archives: experiências

                               [rockyou id=113562080&w=426&h=320]

“Laboratórios Ciência e Tecnologia”

No dia 20 de Maio, no período da tarde, fomos à Escola Secundária de Barcelos, onde visitámos os Laboratórios de Ciência e Tecnologia.

Por volta das 13h30, a nossa turma e a turma da Professora Carmélia dirigiu-se para o autocarro e seguimos para Barcelos. Quando lá chegamos, fomos recebidos por uma aluna que foi a nossa guia durante toda a visita.

O primeiro laboratório que visitámos foi o de Biologia que estava espectacular e muito bem organizado. No laboratório assistimos a várias experiências:  partes do corpo de animais – olhos; orelhas; rins; corações; pulmões; fígado e qual a função de cada um; a constituição do corpo humano (órgãos) em resina; descobrimos os sabores (ácido, doce a amargo); um cartaz com uma planta e que demonstrava o processo da fotossíntese; ADN da banana; a gordura do leite; como fazer manteiga; o ambiente dos caracóis; a constituição do corpo de uma cavala; experiência com uma gasosa e mentos e cromatografia.

Os Magníficos gostaram de experimentar a manteiga, deliciosa, feita com natas e batida numa garrafa de água com um berlinde; experimentar os sabores e ver como eram os órgãos de alguns seres vivos.

No laboratório de Mate-Magia participámos em jogos de magia: o jogo do fio de lã, com uma argola e que tínhamos de retirar sem mudar os dedos; uma folha A4, onde passaram 4 alunos sem rasgar a folha; uma argola feita em cartolina que depois de recortada ficava maior.

A peça de teatro que assistimos foi: “A bela adormecida”, apresentada por alunos da escola.

De seguida, fomos à Biblioteca identificar diversos produtos e objectos dos Continentes (chá, cana de açúcar, noz moscada, piripiri, café, manga, máscaras, tucano em madeira, bijutaria dos diferentes continentes).

Nos laboratórios de Matema-games e Experiências de Mate jogámos diferentes jogos: semáforos, capturas, amazonas, hex, ouri e pontos e quadrados… foi divertido.

A seguir percorremos o laboratório de Geologia, nas mesas havia diferentes tipos de rochas, vulcões, fósseis, marés representadas num “aquário” estratos da constituição da Terra, dunas e equipamento mineiro.

Na área descoberta estavam os ateliês de pintura de rosto e a técnica de construção de objectos com balões. Alguns meninos pintaram a face com desenhos de tigres e gatos, as meninas de borboletas e flores.

Terminamos no laboratório de Física a realizar ou ver diferentes experiências: um ovo cozido que entrou num tubo de ensaio, onde antes se tinha inserido algodão embebido em álcool o qual se incendiou, para aquecer o ovo e entrar no tubo; um quadro de electricidade, onde tínhamos que passar um arco de arame, por um fio de arame, se tocássemos acendia uma lâmpada e tocava a campainha; várias imagens que sugeriam outras – ilusão óptica (rainha, as aspirais, os rostos de velhos numa árvore, linhas e pontos, cristo), vimos vários caleidoscópios, os telefones de iogurte; os noivos e o pássaro na gaiola em papel que rodávamos; a bola de pingue-pongue; a lata aquecida e arrefecida…

Foi uma visita espectacular, fomos pequenos cientistas por uma tarde.

Obrigada a todos os Professores e alunos da Escola Secundária de Barcelos.

A Margarida, o Gnomo e a Matemática

Na biblioteca da sala temos o livro: A Margarida, o Gnomo e a Matemática, escrito por Maria de Lurdes Marcelos e ilustrado por Salomé Nascimento. A professora lê-nos a história por capítulos, ainda vamos no inicío da história e já descobrimos como a Matemática pode ser divertida.

A proposta de trabalho era imaginar uma aventura com um gnomo.

margarida.jpg

O Gnomo e a Diana

No dia 25 de Dezembro, noite de Natal, á meia-noite estava lá eu, ao pé da lareira. Esperava pela minha mãe para ir buscar as romãs.
De repente. Na estrela do pinheirinho ouvi uma voz que dizia:
– Olá feliz Natal!
Não sabia o que havia de dizer e respondeu:
– Quem está aí? Quem fala?
Ninguém respondia. Passaram alguns momentos a voz voltava:
– Sou um Gnomo, sou mágico. Estou surpreendido por não me deitares ao lixo, ao fim de alguns dias.
Perguntou:
Porque haveria de fazer isso?
Gnomo respondeu:
– Sebes Diana, às vezes as pessoas não dão valor ao que têm. Só gostam de gastar dinheiro para nada.
Pensei:
“Então é por isso que muita gente morre, porque são pobres ”
Convidei o Gnomo para vir jantar connosco.
Gnomo disse:
-A sério!!?
Respondi:
– Sim, a minha mãe não se importa de ter visitas, ela adora.
Diana foi chamar a mãe, para que ela deixa – se o Gnomo jantar lá em casa a mãe aceitou.
Disse – lhe
– Queres vir brincar, para o meu quarto?
Gnomo respondeu.
– Claro.
Mais tarde a mãe da Diana disse – nos:
– Diana está na hora de ir para a cama
Quando a mãe foi para a cozinha, o Gnomo disse – lhe:
– Amanhã, as 9:00 da manhã estarei no jardim. À tua espera, para brincar.
-Mãe o meu amigo está lá fora para vir brincar comigo, posso?
A mãe respondeu:
– Sim podes.
Foi assim que a amizade entre os dois se fez.
Diana

Música

No dia Mundial da Música apresentamos o nosso espectáculo. 
A professora das AEC, de Música sugeriu que escolhessemos uma música para comemorar esse dia.
Formamos grupos, escolhemos a música, ensaiamos durante os intervalos e aqui está a nossa actuação. O Ângelo preferiu pesquisar e apresentar um trabalho sobre o seu grupo: Da Weasel.

Sugestões…

  Sugestões para Apoio ao Estudo durante o ano lectivo:

– Construir peças em barro acerca de uma história, à nossa escolha;

 -Desenhar, pintar uma história inventada por nós;

-Fazer pinturas abstractas, com tintas e pincéis;

 – Misturar sementes e plantar;

-Pintar desenhos;

-Ler histórias;

– Utilizar o computador (e-mail, blogues, jogos, desenhos, powerpoint,…) ;

-Fazer um livro com histórias inventadas por nós;

 -Banda desenhada;

-Danças;

-Enfeitar a sala;

 -Ver filmes;

 – Ler e escrever poesia;

-Trabalhos manuais escolhidos por nós;

-Pintar peças;

-Construir  cartazes;

-construir maquetes;

-Trabalho em grupo;

-Teatro.

Os alunos do 3º e 4º ano