Se eu fosse “Voluntário”

Se eu fosse um “Voluntário”, ajudava os pobres, falava com eles, dava-lhes roupa e comida…
Andava de mendigo em mendigo, a ver se precisavam de ajuda.
Ângelo

Faltam duas semanas para o Natal. Temos de ir aos supermercados comprar: comida, roupa e brinquedos, para dar às pessoas que estão na rua, bebés, homens, mulheres e crianças.
Faltam 8 dias para o Natal, as pessoas da rua também podem ter um presente?
Faltam 3 dias as pessoas estão tristes vamos brincar, falar e ouvi-las, conversar e andar na rua com elas e falar de alegria.
Viva é Natal!
Temos que ir levar: as batatas e o bacalhau e as prendas.
Estamos alegres, vamos nos reunir e fazer uma festa. Nunca esqueçam não ganhamos dinheiro somos voluntários.
Daniela

Eu vou todos os dias às lojas pedir comida, roupa e brinquedos para dar aos pobres da minha freguesia.
Jéssica

Falava com os amigos e familiares para fazermos uma recolha: de alimentos, roupas, brinquedos para dar às pessoas mais necessitadas pessoas.
Não queria que lhes falta-se nada. Eu ia visitar as pessoas que estivessem doentes as pessoas idosas a atravessar a rua, ajudava a carregar os sacos e outras coisas que elas não pudessem. Procurava encontrar famílias que deixassem as pessoas que não tem onde dormir, nem comer para na noite de natal os deixassem comer á mesa e lhes dessem um lugar para eles dormirem.
Gonçalo

Eu sou Voluntário, nos dias antecedem o frio gosto de ajudar os sem abrigo e os mais pobres. Levo roupas, comida, brinquedos e cobertores para eles passarem as noites mais quietinhas, e dar-lhes um bocadinho do meu amor. 
Luís Alexandre

Se eu fosse um ” Voluntário” ajudava as pessoas, ouvia o que elas tinham para me dizer.
Quando elas estivessem tristes eu conversava e escutava-os. Aos que vivem na rua devíamos ajudar.
Ana

Se eu fosse um Voluntário ajudava as famílias que vivem na rua, saía de casa para distribuir roupa, cobertores, comida e alguns brinquedos.
Quando encontro uma família dou algumas coisas que elas precisam.
Célia

Nos dias que antecedem as festas especiais, todos os Voluntários vão recolher por pessoas, empresas alimentos, roupa, brinquedos… Depois, nesses dias, os Voluntários entregam tudo a pessoas necessitadas. Um desses Voluntários era eu.
Quando entregávamos as coisas às pessoas necessitadas, elas pulavam de alegria por ter comida, roupa, brinquedos, mesmo que seja só um pouco.
Adoro ser um Voluntário.
Adriana Patrícia

Um dia se fosse uma voluntária, ia ajudar as pessoas mais pobres, poderia recolher comida e roupa…
Se fosse preciso, perguntava às pessoas que tinha mais de 1 casa, se davam aos pobres.
Nos dias antes do Natal, se fosse mesmo preciso, fazia tudo o que já escrevi, para festejarem o Natal e até depois, mas era se os donos deixassem.
Era bom que o Pai Natal existisse todos os dias, para dar presentes aos pobres.
Só queria que os pobres fossem felizes!
Helena

Se eu vos voluntária ajudava as pessoas e falava com elas, dava-lhes roupa e comida.
Alexandra

Eu sou um Voluntário Europeu. Um Voluntário é uma pessoa que ajuda os outros, e não ganha nada.
Estamos nos dias que antecedem o Natal, e por isso viajei por quase toda a Europa, a pedir comida, roupa, brinquedos às empresas e às pessoas. É para dar às famílias de África, que é um continente muito pobre.
Não consegui dar a todas as famílias, mas consegui que elas tivessem um ombro para chorar, alguém com quem desabafar, carinho. Também prometi que para o próximo ano, chegará para toda a gente.
Fiz uma viagem longa, e não pude festejar o Natal com a minha família. Mas sei que fiz muitas pessoas felizes.
Pedro

No Natal vou levar comida, brinquedos, roupas, dar dinheirinhos de Natal aos mendigos. Vou pedir, tudo isto, aos super mercados, mercados, feiras, empresas, irei de casa em casa a pedir e quando vir alguém pedir-lhe hei. Aos que estão na prisão irei os consolar, falar.
Ana Rita

Se eu fosse um voluntário ia distribuir comida pelos pobres, dava-lhes roupa, água, cobertores, brinquedos, calçado, livros, bolas, camas, relógios e dinheiro para o que o que precisarem.
Se pudesse dar mais coisas, mais coisas lhes dava.
Eu dava-lhes isto tudo, não porque é uma data especial, mas porque alguns não tem família nem amigos.
Orlando

Nos dias que antecedem as festas,  os Voluntários recolhem pelas pessoas: os alimentos, brinquedos, roupa, …
A seguir entregam às pessoas que precisam.
As pessoas que precisam ficam alegres e feliz, porque alguém se recordou deles.
No fim quando já derem tudo o que eles precisam vão, os Voluntários vão ajudar outras pessoas.
E isto tudo faz-se assim: os Voluntários fazem as coisas mas não recebem nada e vão buscar tudo aos supermercados às empresas…
Juliana

Se eu fosse voluntário, nos dias que antecedem a entrega, recolhia por todas as casas um pouco do que precisam como: alimentos, brinquedos, roupas, etc.
Construía casas para os que não têm abrigo e ia pelas ruas a ver quem não tinha abrigo.
Dava todo o que recolhi aos pobres e ia abrigava-os numa casa que construí.
É importante um prato de comida e roupa, dar aos que precisam no Natal, todos os dias.
Um simples prato de comida e importante para ver uma pessoa feliz.
Tânia

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s