barrofeijao.jpg

Sou o feijão

Que quando crescer

Vou tocar no chão.

Lá estava eu

No campo de repente

Lá foi D. Tânia colher-me.

Estava a ficar noite

D. Tânia com o seu cesto

Tanto feijão?

O cesto a abarrotar.

 

Eu  apertadinho

Com tantos irmãos

Nossa cor é verde

Como a natureza

Somos uma beleza.

 

Morri ao jantar

Conheci o sistema digestivo

Foi uma aventura

Que eu fiz

                             Tânia 3º ano

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s